Morre aos 79 anos o ex-deputado e fundador da Rádio Melodia, Francisco Silva

Morreu na tarde desta sexta-feira (6), aos 79 anos, Francisco Silva, ex-deputado federal e fundador da Rádio Melodia do Rio de Janeiro

Veja os bastidores do show de Bruna Karla em Cataguases, MG, no evento "Todos contra a pedofilia".

O evento contou com a participação da banda Culto Racional, do pastor Gineton Alencar, prefeito José César Samor, Aléx Medeiros como Silvio Santos cover, entre outros e finalizando com grande show gospel com a cantora Bruna Karla....

Pastor Silas Malafaia diz que o CNJ não tem competência para decidir sobre casamento Gay. Assista ao vídeo.

O Pastor Silas Malafaia esteve no programa do Ratinho na quinta-feira, 27 de maio, pelo SBT, onde conversou sobre diversos temas...

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Comissão aprova proposta do Dep. João Campos que dá poder para igrejas questionarem leis do STF

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados aprovou, em 27 de março de 2013, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 99/11, do deputado João Campos (PSDB-GO), que inclui as entidades religiosas de âmbito nacional entre aquelas que podem propor ação direta de inconstitucionalidade e ação declaratória de constitucionalidade ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Entre estas entidades estão, por exemplo, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil e a Convenção Batista Nacional. A PEC será analisada por uma comissão especial e, em seguida, votada em dois turnos pelo plenário.

Atualmente, só podem propor esse tipo de ação o presidente da República, a mesa do Senado Federal, a mesa da Câmara dos Deputados, a mesa de Assembleia Legislativa ou da Câmara Legislativa do Distrito Federal, governadores de Estado ou do Distrito Federal, o procurador-geral da República, o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, partidos políticos com representação no Congresso Nacional e confederações sindicais ou entidades de classe de âmbito nacional.

Para João Campos, a PEC significa uma “ampliação da cidadania e do acesso à Justiça”. “Alguns temas dizem respeito diretamente às entidades religiosas. A questão da imunidade tributária, por exemplo, assim como a liberdade religiosa e o ensino religioso facultativo, entre outros. Se tivermos em algum momento alguma lei que fere um desses princípios não teríamos como questionar isso no Supremo. Com a proposta, estamos corrigindo uma grave omissão em que o constituinte incorreu ao deixar essa lacuna”, argumentou o autor da PEC 99/11.

terça-feira, 4 de junho de 2013

Parada Gay: Daniela Mercury beija namorada na boca em protesto contra Silas Malafaia

No embalo das músicas e beijos de Daniela Mercury em sua mulher, a jornalista Malu Verçosa, a 17ª Parada Gay de São Paulo reuniu ontem 3 milhões de pessoas na Avenida Paulista, segundo a Polícia Militar. O público não se intimidou com o frio e a chuva e marchou por mais de três horas exibindo capas e guarda-chuvas coloridos.

O principal alvo de protestos durante o evento foi o pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da comissão de Direitos Humanos da Câmara e defensor da “cura gay”, entre outras posições consideradas homofóbicas.

Além de faixas em carros elétricos, o pastor foi citado por Daniela. Durante famosa canção de Milton Nascimento, ela cantou: “Feliciano, qualquer maneira de amor vale a pena”.

Após cantar sucessos e marchinhas de Carnaval, e dedicar o show a Malu, a cantora afirmou: “Se a gente já tirou um presidente, não é possível que o governo mantenha na comissão alguém que não nos representa. 

Vamos usar o nosso poder cotidiano, não deixando ninguém desrespeitar ninguém. Isso é ser cidadão”, pediu Daniela, que assumiu recentemente sua homossexualidade. Espaço mais disputado pelo público e as autoridades, o trio elétrico de Daniela Mercury contou com a presença da ministra da Cultura, Marta Suplicy (PT), do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), e do deputado federal Jean Wyllys (Psol).O governador Geraldo Alckmin assistiu à passeata em camarote ao lado do Museu de Arte de São Paulo (Masp). A petista Marta Suplicy foi aclamada em discurso pedindo que os homossexuais tenham os mesmos direitos dos heterossexuais.

Embriagues e Bebidas ilegal durante a festa  

Até o fim da tarde, por volta das 17h, mais de 30 atendimentos haviam sido registrados no posto médico devido a embriaguez e uso de entorpecentes. Considerado o principal responsável, o chamado vinho químico era encontrado facilmente com os ambulantes em mochilas e caixas de isopor na rua.

Preparada com álcool comum, corantes e groselha, a bebida ilegal era vendida em garrafas de um litro a R$ 8 ou R$ 10, com promoções de duas garrafas a R$ 15.
Fonte: O Dia

domingo, 2 de junho de 2013

Veja os bastidores do show de Bruna Karla em Cataguases, MG, no evento "Todos contra a pedofilia"

Veja abaixo como foi o evento "Todos contra a Pedofilia" em Cataguases, organizado pela Rádio Melodia, através de seu diretor, Alexandre Ferreira.

O evento contou com a participação da banda Culto Racional, do pastor Gineton Alencar, prefeito José César Samor, Aléx Medeiros como Silvio Santos cover, entre outros e finalizando com grande show gospel com a cantora Bruna Karla.

Estiveram presentes cerca de 13 mil pessoas segundo informações da PM.

Leia mais: 
Evento Todos Contra A Pedofilia Com Bruna Karla Movimenta Cataguases Na Noite De Quarta.

Pastor Silas Malafaia diz que o CNJ não tem competência para decidir sobre casamento Gay. Assista ao vídeo.


O Pastor Silas Malafaia esteve no programa do Ratinho na quinta-feira, 27 de maio, pelo SBT, onde conversou sobre diversos temas. 

Como sempre, o tema principal, foi sobre Homossexualismo onde ele comentou sobre
a parada gay, sobre sua participação no programa de entrevistas de Marília Gabriela e sobre a decisão do Conselho Nacional de Justiça que obrigou aos cartórios a aceitarem casamentos entre homossexuais. "O conselho nacional de justiça extrapolou sua função, não é competência nem do supremo Tribunal e muito menos do CNJ fazer leis, é competência do congresso nacional! [...] Isso é uma vergonha, uma afronta a sociedade, o CNJ não tem competência [...] Quem tem de fazer leis é o congresso nacional." disse sobre a questão.


O Pastor Silas, explicou novamente sua posição em relação as práticas homossexuais. "O Diabo odeia a família e a igreja, ele quer destruir os dois" disse o Pastor Malafaia e completou: "Ninguém nasce homossexual, é comportamento".

Outro assunto que o Pastor respondeu, foi sobre a questão da prisão do Pastor Marcos Pereira, onde disse que se realmente o pastor praticou estas ações, que seja punido. "lei é lei pra todo mundo", completou.

Pastor Malafaia também respondeu a diversas perguntas do povo.

Assista ao vídeo na íntegra abaixo:


O conteúdo deste site é de divulgação livre para fins não comerciais. Obriga-se o divulgador a oferecer junto ao conteúdo usado, os links para este site e os devidos créditos.

Visualizações de página a partir de 01/2012