sábado, 6 de julho de 2013

Pastor detido com suspeita de agredir filho e manter a esposa em cárcere privado

Um pastor de 21 anos foi detido na tarde desta sexta-feira (5) por suspeita de agredir o filho de pouco mais de um ano e manter a esposa em cárcere privado em Presidente Olegário, no Noroeste do estado. De acordo com o soldado da Polícia Militar (PM), Daniel José, eles foram acionados após a jovem de 20 anos fugir de casa com o filho e pedir ajuda a uma vizinha, no Bairro Barro Preto.

A PM afirmou que a criança apresentava hematomas no rosto e nas costas que, segundo a mãe, foram causados no último domingo (30). Ainda de acordo com o soldado, o pastor não permitia que a esposa saísse de casa sem a presença dele. Quando o casal discutia, o jovem "descontava" no filho. “Ela disse que o marido o segurava pelo pescoço e ameaçava matá-lo, mas não a agredia”, disse.

A jovem contou ainda, que as agressões ocorrem desde que o menino tinha um mês de vida.  Em destas agressões, o bebê teve a perna fraturada. “Segundo ela, na época o menino tinha nove meses e foi levado a um hospital de Patos de Minas pelo pai. O pastor disse ao médico que a criança havia caído. Depois disso, ele foi a uma farmácia, comprou os medicamentos, não retornou mais ao hospital e o menino foi tratado em casa”, contou Daniel.

O pastor negou as acusações e disse que era a esposa a responsável pelas as agressões. Ele foi detido e encaminhado para da delegacia da Polícia Civil de Patos de Minas, no Alto Paranaíba. O G1 tentou contato com o delegado responsável o caso, mas foi informado que ele não está trabalhando neste sábado. Em contato com a PM, o G1 foi informado que uma conselheira tutelar acompanhou o caso, mas não foi dito para onde a mãe e a criança foram levadas.
Fonte: G1

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO!: É muito importante para nós sabermos sua opinião sobre o que acabou de ler, por isso, deixe o seu comentário sobre a matéria acima que será um prazer para nós exibi-lo aqui. Lembramos apenas que VOCÊ é o ÚNICO responsável por seu comentário e que não são permitidos comentários que contenham: Conteúdo ofensivo, difamatório ou palavras de baixo calão.

O conteúdo deste site é de divulgação livre para fins não comerciais. Obriga-se o divulgador a oferecer junto ao conteúdo usado, os links para este site e os devidos créditos.

Visualizações de página a partir de 01/2012