quinta-feira, 9 de maio de 2013

Pastor Marcos Pereira da Silva foi preso acusado de estupro.


O pastor Marcos Pereira da Silva, da Assembléia de Deus dos Últimos Dias, foi preso preventivamente,
na noite de terça-feira, acusado de estupro. Marcos Pereira é investigado num inquérito pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) que apura as acusações que o coordenador do Afroreggae, José Júnior, fez sobre o suposto envolvimento do pastor com tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro. Ele foi surpreendido por agentes da DCOD na Dutra.
Durante as investigações, a ex-titular da DCOD, delegada Valéria Aragão, chegou a confirmar que testemunhas relataram abusos sexuais por parte de Marcos Pereira. A ex-mulher do pastor Ana Madureira da Silva, que morou com o religioso até 1998, contou que, numa ocasião, ele “entrou em casa, trancou as portas e fez sexo à força” com ela. A DCOD investiga o envolvimento do pastor em seis estupros, inclusive de fiéis.
De acordo com o depoimento, Ana disse que os dois se casaram em 1989, quando ainda não eram evangélicos. Cinco anos depois, Marcos passou a frequentar cultos e criou um “ponto de pregação" em casa, onde eram realizados cultos às segundas. Antes do abuso sexual acontecer, Ana Madureira teria tido, segundo ela, "uma visão do Anjo do Senhor que avisava que o pastor Marcos iria estuprá-la para que engravidasse", e, posteriormente, lhe acusasse de adultério. Eles têm dois filhos.
Na época, em julho do ano passado, o pastor negou ao EXTRA que tenha violentado mulheres.
Fonte: Extra/Globo

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO!: É muito importante para nós sabermos sua opinião sobre o que acabou de ler, por isso, deixe o seu comentário sobre a matéria acima que será um prazer para nós exibi-lo aqui. Lembramos apenas que VOCÊ é o ÚNICO responsável por seu comentário e que não são permitidos comentários que contenham: Conteúdo ofensivo, difamatório ou palavras de baixo calão.

O conteúdo deste site é de divulgação livre para fins não comerciais. Obriga-se o divulgador a oferecer junto ao conteúdo usado, os links para este site e os devidos créditos.

Visualizações de página a partir de 01/2012