domingo, 17 de novembro de 2013

150 cristãos são presos por orarem juntos em igreja subterrânea na Eritreia

A oração é descrita no cristianismo como um recurso poderoso e de acesso a Deus, e foi ensinada por Jesus Cristo em seu ministério. Na Eritreia, país africano com forte perseguição a cristãos, orar junto de outros fiéis virou motivo de cadeia.

150 cristãos foram surpreendidos pelas forças de segurança do país durante uma reunião de oração em Maitemenai, uma região suburbana da capital Asmara, e presos, segundo relatórios da International Christian Concern, entidade de defesa da liberdade religiosa.

A informação foi divulgada pelo site Religion Today, que revelou ainda que os cristãos haviam se reunido para orar intercedendo a Deus pela escalada da crise dos refugiados e outros problemas por quais o país atravessa.

Na Eritreia, a igreja perseguida organizou-se em templos subterrâneos, depois que o governo do país decidiu fechar todas as igrejas em 2002. No país, apenas grupos religiosos reconhecidos pelo governo podem celebrar cultos e ritos.

A prisão teria acontecido numa congregação subterrânea conhecida como Hiyaw Amlak, que significa “Deus vivo” no idioma eritreu. O paradeiro dos 150 cristãos detidos é desconhecido, apesar de que familiares acreditam que eles estejam sendo mantidos numa delegacia do distrito vizinho à Maitemenai.

Fonte: Gospel Prime

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO!: É muito importante para nós sabermos sua opinião sobre o que acabou de ler, por isso, deixe o seu comentário sobre a matéria acima que será um prazer para nós exibi-lo aqui. Lembramos apenas que VOCÊ é o ÚNICO responsável por seu comentário e que não são permitidos comentários que contenham: Conteúdo ofensivo, difamatório ou palavras de baixo calão.

O conteúdo deste site é de divulgação livre para fins não comerciais. Obriga-se o divulgador a oferecer junto ao conteúdo usado, os links para este site e os devidos créditos.

Visualizações de página a partir de 01/2012