sábado, 18 de fevereiro de 2012

Carnaval 2012 – Evangélicos divergem: O que é melhor? Isolar-se ou cair no carnagospel?

No mundo de hoje, com os vários conceitos e com a pluralidade de religiões, há no meio evangélico até divergências com relação ao carnaval. É bem verdade, que todos os evangélicos não apóiam o carnaval como ele é, mas em relação ao que fazer neste período, ai sim, cada um, tem sua opnião. Há os que preferem se recolher em retiros espirituais, para poder se afastar o máximo possível desta festa, há os que acham que a igreja não deve se retirar e sim aproveitar a época para evangelizar e há também os que fazem seus próprios carnavais, com marchinhas gospel e tudo, alegando que deste jeito o jovem não irá sentir desejo de ir para a festa mundana e ficará protegido dentro da igreja sem perder a diversão.


Em lados opostos, corre no Youtube, 2 vídeos que chamam a atenção:

O primeiro do Pr. Robert da igreja Cristã Nova vida que conta um resumo da história do carnaval.

História do carnaval segundo o Pr. Robert:

Conforme conta o Pastor, o carnaval nasceu na Grécia, por volta do ano 600 a 520 a.C. para festejar aos deuses pagãos em agradecimento pelas colheitas.

Mais a frente, a Igreja Católica adotou a prática da “Semana Santa”, que deveria ser antecedida por 40 dias de jejuns, privações, introspecções e reflexões espirituais, que ficaria conhecida como a quaresma. Na verdade, o povo não queria mas como a igreja influenciava muito, na época, a quaresma foi instituída, sendo que a grande idéia foi fazer festejos antes desse período, onde aproveitavam para comer, beber e afrouxavam até mesmo a moralidade. 

Instituiu-se assim o carnaval, originalmente da junção de duas palavras: Carne + Valle, que significa literalmente Carne + Prazer, ou seja “prazeres da carne”.

Esta tradição, avançou-se pela Europa onde incorporou máscaras em Paris e depois da Europa, chegou até ao Brasil e cresceu de forma grandiosa (talvez, por ser um país tropical, ficou cada vez com menos roupa).
O Pr. Robert, diz ainda que essa idéia do carnaval, desde o principio não foi uma boa idéia, que é um período onde a moral se afrouxa que aumenta-se violência, drogas, bebidas, nudez e sexo e que nada tem a ver com Deus, com pureza e santidade e que as pessoas deveriam se afastar neste período, se não através de retiro, em sua casa aproveitando este período para fazer reflexões sobre Deus.
Assista ao vídeo:

Marchinhas Gospel.

O segundo vídeo, deve trazer mais polêmica. Foi criado pelo pastor Vinícius Antunes e por Emanoelle Farias e trás paródias de Marchinhas conhecidas, com letras que falam de oração, pastor, fé e Jesus que o pastor batizou de Carnagospel.

Veja ao vídeo abaixo:





No carnaval, você acha que o cristão deve:





Votar
Ver resultado


Reações:
O conteúdo deste site é de divulgação livre para fins não comerciais. Obriga-se o divulgador a oferecer junto ao conteúdo usado, os links para este site e os devidos créditos.

Visualizações de página a partir de 01/2012