sábado, 25 de fevereiro de 2012

Diácono da Assembléia de Deus assassina nora e foge


Romildo o sogro que teria assassinado Élida
Segundo testemunhas oculares, o caso aconteceu nesta sexta-feira(24) em Araruama, RJ, por  volta das 15hrs às 17hrs quando Élida Dias da Silva Gomes, a vítima, chegava em sua casa, onde estava morando após sua separação com seus dois filhos, de 8 e 5 anos e foi abordada por seu ex-sogro, o diácono da Assembléia de Deus do ministério Siloé, Romildo Soares Gomes.
Romildo é diácono da Assembléia de Deus desde 2009
Élida Dias a vítima
O problema já vinha desde sua separação, quando seu marido saiu de casa para morar com outra mulher. A casa porém estava no nome de seu sogro, o diácono Romildo que pediu reintegração de posse na justiça mas depois de ganhar na justiça em primeira instância, perdeu quando a advogada de Élida recorreu por causa das crianças. Desta data em diante, a guerra começou, “Certa vez ela chegando em casa de uma viagem a casa dos pais em Itaboraí-RJ, descobriu que o ex-sogro havia cortado sua água, deixando ela e as crianças sem água para nada.”  Conta sua cunhada Ozilene.

Foto do Pastor Nataniel, pai de Élida com o
bispo Manoel Ferreira da AD de Madureira
No dia do  crime, Élida voltava da praia com duas amigas e segundo conta as testemunhas, ela estava no banco de trás do carro, atrás do motorista quando foi abordada por Romildo que já a aguardava, fazendo perguntas como quando ela iria sair da casa e após ela responder, ele sacou da arma e descarregou o revolver calibre 38 na vítima que morreu na hora com seis tiros. Romildo saiu do local de bicicleta e sumiu, a polícia de Araruama está tentando localizá-lo. 

Élida também era evangélica de outra denominação e filha do Pastor Jubilado Nataniel Vitoriano da Silva.

Reações:
O conteúdo deste site é de divulgação livre para fins não comerciais. Obriga-se o divulgador a oferecer junto ao conteúdo usado, os links para este site e os devidos créditos.

Visualizações de página a partir de 01/2012