domingo, 19 de fevereiro de 2012

Ministro Gilberto Carvalho se justifica e diz que foi mal interpretado por evangélicos


Ministro Gilberto Carvalho e bancada Evangélica.
Foto: divulgação

O Ministro Gilberto Carvalho, secretário geral da presidência da república, que havia dito no Fórum Social Mundial que aconteceu mês passado em Porto Alegre, segundo a coluna de Reinaldo Azevedo da revista Veja, que: “É preciso fazer uma disputa ideológica com os líderes evangélicos pelos setores emergentes!” [veja a matéria completa aqui] encontrou com a bancada evangélica nesta quarta feira (15) e deu as seguintes declarações: "Fui mal interpretado. A minha fala foi traduzida de maneira equivocada", "Isso não é verdade. O governo considera as igrejas evangélicas parceiras" e "Pedi perdão, não por minhas palavras, mas sim pelo sentimento de sofrimento provocado a alguns parlamentares". 

Após este encontro, o ministro considerou este episódio superado. A presidente Dilma Rousseff, disse anteriormente que “a posição do ministro foi apenas uma análise política”, e que não é uma posição do governo Dilma [leia a matéria aqui].

Este foi o primeiro dos dois problemas que envolveram o Ministro Gilberto Carvalho e evangélicos e menos de 2 meses. Esta semana, a revista Veja fez uma reportagem que mostrou uma filha de pastor evangélico que supostamente manteve relacionamento com o ministro em troca de favores políticos o que também foi desmentido pelo Ministro. [leia aqui].

Reações:
O conteúdo deste site é de divulgação livre para fins não comerciais. Obriga-se o divulgador a oferecer junto ao conteúdo usado, os links para este site e os devidos créditos.

Visualizações de página a partir de 01/2012