sábado, 10 de março de 2012

Companhia Energisa S/A tem seu melhor desempenho e lucra R$ 212,1 milhões em 2011



Energia total distribuída avança 7,5%, impulsionando aumento de 12,5% na receita operacional bruta que totaliza R$ 3,5 bilhões.


Cataguases (MG) – A Energisa S/A (BM&FBovespa: ENGI3, ENGI4 e ENGI11), companhia responsável por cinco distribuidoras de energia localizadas nos estados de Sergipe, Paraíba, Minas Gerais e Rio de Janeiro, registrou lucro líquido consolidado de R$ 212,1 milhões em 2011, um aumento de 9% em relação ao apresentado no ano anterior. Considerando apenas o quarto trimestre, o crescimento foi de 148,4%, passando de R$ 36,4 milhões no 4T10 para R$ 90,4 no 4T11.

A geração operacional consolidada de caixa (Ebitda consolidado) em 2011 foi de R$ 554,9 milhões, um aumento de 9,2% na comparação a 2010. O Ebitda ajustado consolidado totalizou R$ 591 milhões no período, contra R$ 542,2 milhões em 2010 (9% maior). Já no quarto trimestre de 2011, o Ebitda ajustado consolidado foi de R$ 176,3 milhões (margem de 26%), um crescimento de 24% em relação ao mesmo intervalo de 2010.

A energia total distribuída pela Energisa em 2011 somou 9.955,8 GWh, o que representa avanço de 7,5% sobre 2010. “Contribuíram para esse resultado as vendas no mercado livre, principalmente as relacionadas aos projetos de geração, que condicionaram expansão de 67,7% (764,3 GWh)”, afirma Maurício Botelho, vice-presidente de Finanças e Relações com Investidores da Energisa.

As vendas de energia elétrica no mercado próprio da companhia totalizaram 7.328,3 GWh em 2011, um aumento de 2,7% em relação ao ano anterior. O consumo doméstico se manteve em expansão e as vendas para o segmento residencial cresceram 6,6% no ano. A energia associada aos consumidores livres (origem das receitas de disponibilização do sistema de transmissão e de distribuição), basicamente industriais, somou 1.379,6 GWh, com avanço de 2,9%, na mesma base de comparação.

“O aumento das vendas de energia e serviços nas controladas da Energisa impulsionou um crescimento significativo da receita operacional bruta em 2011, que totalizou R$ 3.546,6 milhões, um acréscimo de 12,5% em relação ao valor registrado no ano anterior”, destaca Botelho. As receitas provenientes das operações de distribuição de energia nas subsidiárias foram equivalentes a 95,1% da receita operacional bruta consolidada da Companhia.

Investimentos -Os investimentos consolidados do Grupo Energisa somaram R$ 474,3 milhões em 2011, o que representa um aumento de 29,8% em relação ao exercício anterior. O ano foi marcado pelo aumento de recursos destinados a projetos de geração de energia elétrica a partir de fontes alternativas, em linha com a política da companhia de diversificar sua atuação em energia limpa e renovável. Cerca de R$ 153,6 milhões (32,4% do total) foram aplicados em programas de baixo impacto ambiental e voltados à produção de energia sustentável.

Eficiência Energética -Em 2011, o Grupo Energisa deu continuidade ao processo de redução de perdas energéticas em suas distribuidoras. No período, foi registrada queda das perdas consolidadas de energia elétrica para o patamar de 11,05% no ano, uma melhoria de 1,43 ponto percentual em relação a 2010. “Esse é o melhor resultado na história da companhia, que, em 2008, colocou em operação o Centro de Inteligência no Combate às Perdas (CICOP), cujo trabalho está voltado para a definição de estratégias de controle de perdas não técnicas de energia”, afirma Maurício Botelho. A Energisa Paraíba destacou-se, com redução de 2,63 pontos percentuais, e encerrou o ano com perdas totais de 13,68%, índice 6,5 pontos percentuais menor que o registrado há cinco anos.

Energisa Comercializadora -Entre as subsidiárias do Grupo, a Energisa Comercializadora merece destaque pelo crescimento apurado em 2011. A empresa ampliou seu portfólio, encerrando o ano com 84 MW médios negociados em carteira, representando 715,2 MWh em vendas, o que equivale a um aumento de mais de 40% em relação ao verificado em 2010. Com este desempenho, a receita bruta subiu R$ 40 milhões, alcançando cerca de R$ 120 milhões. O lucro líquido atingiu R$ 5,3 milhões, apresentando um crescimento de 23% se comparado ao registrado em 2010.

Perfil 0O Grupo Energisa tem na distribuição de energia elétrica a principal base de seu negócio. Com cinco distribuidoras no Brasil – Energisa Sergipe, Energisa Paraíba, Energisa Borborema, Energisa Minas Gerais e Energisa Nova Friburgo – o grupo abrange 91.180 km² de área coberta, atendendo a 2,4 milhões de consumidores e beneficiando 6,8 milhões de habitantes em 352 municípios. Mais de 5,5 mil colaboradores diretos e indiretos fazem parte das suas empresas. As ações da Energisa são negociadas na Bolsa de Valores Mercadorias e Futuro de São Paulo (BM&F Bovespa) sob os códigos ENGI3, ENGI4 e ENG11.
Fonte: Revista Fator

Reações:
O conteúdo deste site é de divulgação livre para fins não comerciais. Obriga-se o divulgador a oferecer junto ao conteúdo usado, os links para este site e os devidos créditos.

Visualizações de página a partir de 01/2012