quinta-feira, 29 de março de 2012

Homem se passava por pastor para roubar.


Foi preso no interior do Pará um homem por nome de Jesus Roberto Nunes de Assis, de 33 anos, acusado de se fazer passar por pastor para ganhar a confiança das vítimas para depois roubá-las.

Ele agia na companhia de  outro homem, José Carlos da Silva Cunha, que está foragido, sempre da mesma forma. Após os falsos pastores frequentarem a casa das vítimas e conhecerem a rotina das pessoas, eles arquitetavam os crimes. “Eles entravam de capacete ou capuz e geralmente levavam outro bandido que entrava na casa, ‘de cara limpa’, para anunciar o assalto. Após levarem o dinheiro da vítima, os bandidos amarravam as pessoas com fio e fugiam”, apurou o delegado. Em 15 dias, quatro roubos semelhantes foram registrados. Jesus, ao ser preso, estava junto com um adolescente também envolvido nos crimes. Jesus não gerava suspeitas, pois se passava por dirigente de uma igreja evangélica.

A mulher de Jesus, confessou que ele realmente participou dos crimes e indicou o local onde a arma estava escondida, na casa de José Carlos.


Com informações do Diário do Pará.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO!: É muito importante para nós sabermos sua opinião sobre o que acabou de ler, por isso, deixe o seu comentário sobre a matéria acima que será um prazer para nós exibi-lo aqui. Lembramos apenas que VOCÊ é o ÚNICO responsável por seu comentário e que não são permitidos comentários que contenham: Conteúdo ofensivo, difamatório ou palavras de baixo calão.

O conteúdo deste site é de divulgação livre para fins não comerciais. Obriga-se o divulgador a oferecer junto ao conteúdo usado, os links para este site e os devidos créditos.

Visualizações de página a partir de 01/2012