sábado, 14 de abril de 2012

Amigos e funcionários do Hospital de Cataguases realizam manifestação no calçadão.


Foi realizada neste sábado (14), no calçadão, uma manifestação de funcionários e amigos do Hospital de Cataguases em solidariedade a seu provedor e seus dois funcionários, a nutricionista e o farmacêutico que foram detidos para dar depoimento na delegacia, na quarta-feira (11), em uma fiscalização da vigilância Sanitária onde foram apreendido quase meia tonelada de produtos e de alimentos que segundo os fiscais da Vigilância não tinham procedência (veja a notícia completa aqui).


Os funcionários foram as ruas para colher assinaturas de apoio a entidade e protestar da maneira como o fato foi veiculado na imprensa e também prestaram serviços de utilidade pública como tomada de pressão e taxa de glicose. 


Em entrevista ao site Cataguases Gospel, a supervisora Maria Inês Dal Bianco, disse que: “O objetivo dessa manifestação é que nos estamos pedindo o apoio ao  hospital de Cataguases. Nos fomos  surpreendidos por uma ação que nós julgamos muito constrangedora. O hospital desde 1935, recebe produto vindo da Fazenda da Fumaça como leite, carne, verduras, queijo e sempre foram produtos muito bem conservados e ao longo desses anos nos nunca tivemos nenhum tipo de problema com isso. A vigilância sanitária já tinha nos orientado, desde a última inspeção, no dia 12 de março, que nos teríamos que nos adequar as novas normas, que agente teria que ter leite pasteurizado e ai também vem a questão da carne como teria que ter sido o abate e nos já estávamos providenciando isso, a mesa administrativa na pessoa do Sr. José Eduardo já estava providenciando isso, mas fomos surpreendidos com essa ação e chegou aqui a Rede Globo falando que nós estávamos  servindo produto estragado, produto azedo... Jamais! o Hospital de Cataguases sempre se manteve vigilante em relação a isso. Temos uma nutricionista que trabalha conosco a 23 anos e que sempre foi muito rígida nesses controles nutricionais. Então nós estamos pedindo apoio  a comunidade, nosso hospital não pode ser denegrido, nosso hospital precisa crescer e pra crescer precisa do apoio da comunidade. Estamos ai prestando relevante serviço desde 1916! O Hospital atende 70% de sua capacidade operacional com usuários do SUS. Todo mundo sabe que o SUS remunera com uma tabela completamente defasada onde não se paga 60% do custo operacional. Então, nosso Hospital está atendendo e através de convênios com instituições particulares, agente cobre esse buraco deixado pelo SUS. Mas para isso precisamos do apoio da comunidade Cataguasense e vizinhas. Precisamos também do apoio para nosso provedor José Eduardo Machado. Eu trabalho no Hospital de Cataguases a 28 anos, sempre tive a honra de trabalhar com diversos provedores e trabalho agora com o José Eduardo e todos nós sabemos também que o provedor do hospital de Cataguases, a mesa administrativa, os conselheiros do Hospital de Cataguases, não recebem um centavo, é um trabalho benemérito, gratuito e precisamos apoiar esse provedor que para mim é um dos melhores provedores que já passou pelo Hospital de Cataguases. José Eduardo fica direto no Hospital, você pode chegar lá 7, 8 horas da manhã que ele está lá, prestando relevantes serviços de graça. Então, vamos fazer de nosso hospital, um hospital forte! Precisamos de apoio!“.




Veja como o vídeo foi veinculado na afiliada da Rede Globo (Tv Integração) Clicando aqui.


A advogada do Hospital de Cataguases, Patrícia Soares de Mendonça também falou ao Cataguases Gospel e disse o seguinte: “Nos temos que aguardar o delegado terminar o inquérito remeter para o fórum para iniciar o processo, porque nós temos toda a documentação, eu acompanhei toda a inspeção, a carne estava fresquinha e corretamente embalada. A única falha por parte do Hospital foi ao que diz respeito a transferência da fazenda para o hospital que tem de ter a documentação de transferência, nada mais.

A manifestação iniciou-se às 9 horas no calçadão da cidade e terminou ao meio dia com um abraço simbólico ao Hospital de Cataguases. Durante toda a manifestação, funcionários distribuíram um panfleto de esclarecimentos. Veja abaixo.

Notícias Relacionadas:


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU COMENTÁRIO!: É muito importante para nós sabermos sua opinião sobre o que acabou de ler, por isso, deixe o seu comentário sobre a matéria acima que será um prazer para nós exibi-lo aqui. Lembramos apenas que VOCÊ é o ÚNICO responsável por seu comentário e que não são permitidos comentários que contenham: Conteúdo ofensivo, difamatório ou palavras de baixo calão.

O conteúdo deste site é de divulgação livre para fins não comerciais. Obriga-se o divulgador a oferecer junto ao conteúdo usado, os links para este site e os devidos créditos.

Visualizações de página a partir de 01/2012